Carregando

O Marketing de Afiliados e a geração de leads

Quando alguém ouve falar de marketing de afiliados, por norma associa a imagens de AdSense – como por exemplo, sites onde os anúncios conduzem a diversas lojas e ofertas, ou sites do tipo review onde certos produtos são promovidos por vendedores habilidosos e escritores. Contudo, essa não é a única maneira de utilizar o marketing de afiliados, nem é aí que o seu verdadeiro poder se encontra.

Para além deste óbvio uso, o marketing de afiliados pode ter um papel tremendo na geração de leads, quer seja para proveito próprio ou para empresas de maior dimensão das quais se é afiliado. A maioria das pessoas que não está dentro do assunto não consegue sequer fazer a distinção entre ambos, mas a verdade é que a geração de lead e o marketing de afiliados são dois lados da mesma moeda.

Em termos simples, os geradores de leads veem o marketing de afiliados como um potencial canal condutor, enquanto o marketing de afiliados olha para a geração de leads como outro tipo de oferta – o princípio é o mesmo, é apenas uma questão de ponto de vista.

A Melhor prática

Actualmente, a geração de leads é um passo incrivelmente importante para os negócios e estratégias de marketing. Embora seja maioritariamente utilizada para impulsionar vendas, a sua utilidade em construir uma consciência de marca e melhorar a experiência do cliente é quase inestimável e esse pode ser o pequeno estímulo que leva uma empresa a estar um passo à frente da sua concorrência. Um aspecto que hoje assume particular relevância tendo em conta a saturação dos mercados.

Conhecer o seu público-alvo e mantê-lo envolvido é uma das práticas de negócios mais importante no mundo que está sempre online e interligado. Se alguém lhe disser que este árduo processo pode ser concretizado externamente, não estaria a ansiar pela oportunidade?

Em primeiro lugar, é importante referir que o marketing de afiliados não é um milagre ou uma solução universal. É uma colecção de práticas de marketing e paradigmas que têm de ser ajustadas para cada empresa em particular. Isto também se aplica nos casos da geração de leads.

Para além disso, a informação recolhida nos seus potenciais clientes não tem qualquer valor se não a usar. Terá de continuar, enviar emails, criar envolvimento e fomentar esses leads para com isso conseguir ter clientes satisfeitos e de forma constantes.

Se por um lado a execução pode ser algo complexo e os detalhes subtis podem fazer crescer ou quebrar os esforços de geração de leads do seu afiliado o princípio básico é incrivelmente simples: a empresa cria algum tipo de oferta, um brinde ou um desconto, que queira trocar por informação pessoal (email, nome, idade, etc.). Quanto mais valiosa a oferta, mais informação se pode solicitar. Tudo isto é colocado numa página de entrada, onde o visitante pode descontar a oferta após ter preenchido o formulário com a informação requerida.

A partir desse momento, o marketing de afiliados pode fazer o link a esta página, da mesma maneira que faz para qualquer outro tipo de produto, e o pagamento é estruturado da mesma forma – por visita, por conversa e por aí em diante.

Os tipos de oferta

Porque iriam querer as empresas usar afiliados para a geração de leads?

Bem, são duas as razões que me vêm à cabeça: a primeira para aumentar o seu alcance, sendo que quanto mas mais pessoas vejam a sua oferta, significa mais potenciais clientes, e consequentemente mais vendas. A segunda razão está relacionada com o rácio do custo de esforço. Embora seja possível fazer uma campanha completa de marketing, pode ser bem mais simples e barato utilizar um bom marketing de afiliados que tenha a sua própria audiência e campanhas de alcance preestabelecidas. Porquê ter trabalho adicional para nada?

Neste caso, enquanto as práticas de afiliados não diferem muito de outros tipos de programas de afiliados, há ofertas e canais que funcionam melhor que outros.

Uma das práticas que tem provado funcionar muito bem são os sorteios. Neste caso, falamos de um cenário em que todos saem a ganhar - publicitários, afiliados e clientes. Um visitante tem de deixar um determinado conjunto de dados pessoais para ter a hipótese de ganhar um prémio valioso. A quantidade de informação é, mais uma vez, baseada no potencial valor do prémio. Normalmente, estes prémios podem ser produtos ou serviços que a empresa vende, uma oferta especial como por exemplo uma edição limitada de um produto, ou um outro prémio mais genérico como um tablet, smartphone ou um outro produto de interesse.

O tipo de prémio deveria ser seleccionado cuidadosamente, baseado nos alvos demográficos ou no comprador. Tendo em conta que isto pode significar um elevado investimento para os anunciantes, os afiliados estão muitas vezes envolvidos na promoção de sorteios e a sua principal preocupação é o número de leads que conseguem gerar – precisam assim de enviar muitos tráfegos que se convertam em leads, o que é um objectivo lógico em qualquer iniciativa de marketing de afiliados. Isto significa que um afiliado tem de ter um muito bom alcance e uma estratégia de social media que envolva tantas pessoas quanto possível nessa oferta, seja um sorteio ou outra acção de geração de leads feito feita pelo anunciante.

Adicionalmente, para além de ser pago pelos seus esforços, se um afiliado está confiante das suas capacidades e no valor da oferta, é outro potencial benefício a ter em conta.

Os afiliados podem criar pré-entradas, onde é possível recolher alguma informação sobre a sua audiência. Contudo, não pode pedir muita quantidade – normalmente, um email é suficiente – tendo em conta que pretende que os seus leads alcancem a principal página de entrada dos seus clientes para que assim possa receber o desejado dinheiro do afiliado.

Obviamente, usar esta estratégia implica riscos, portanto é importante ter a certeza que este passo adicional não é prejudicial para o tráfego que enviar para a principal entrada, e que a sua receita continua optimizada.

A geração de leads e o marketing de afiliados podem ser considerados identidades separadas mas estão tão interligados que as suas diferenças são puramente académicas. Para todos os propósitos práticos, o marketing de afiliados é uma das melhores maneiras de aumentar a sua geração de leads, tanto por aumentar as taxas de tráfego como as de conversão.

Quer seja com o marketing de afiliados ou pela necessidade de mais leads, vá em frente e dê à geração de leads uma hipótese, talvez seja agradavelmente surpreendido pela sua eficácia. 

 

Fonte: Marketeer

Fale com a Vioti

Trabalhe Conosco

Onde Estamos